Como chamar a atenção na internet?

Adriana Monteiro Fonseca *

Os sites de busca podem ser uma ótima alternativa para atrair novos clientes. Saiba o que você deve fazer para ficar no topo das listas de resultados

 

Hoje em dia, a Internet é uma mídia indispensável para qualquer negócio. É difícil imaginar uma empresa digna do nome que não tenha o seu próprio site na rede. Ainda que seja apenas uma página institucional, que não permita a venda de produtos e serviços, é fundamental ter um endereço virtual para manter contato com os atuais e com os futuros clientes. A questão é: como fazer com que o seu site se destaque em meio aos milhões de páginas existentes na web?

Já que não é possível atrair usuários com as mesmas armas do personagem da foto ao lado, o cantor Falcão, que apela para cores, girassóis e outros penduricalhos que chamam a atenção de muita gente, o negócio é pensar em outra estratégia. Para estimular o maior número de pessoas a navegar pelo site da sua empresa, de preferência que estejam interessadas em comprar seus produtos ou serviços, você pode usar diferentes ferramentas de marketing. As mais conhecidas são a veiculação de banners, a compra de espaços nos shoppings virtuais e o envio de e-mails promocionais. Todas elas já são bastante utilizadas pelas empresas e costumam oferecer resultados razoáveis, desde que a campanha seja bem planejada. Existe, porém, uma outra opção, talvez menos conhecida, mas que também oferece um retorno satisfatório – os sites de busca, como Google, Yahoo!, MSN e Cadê?, que juntos respondem por cerca de 80% da audiência de endereços do gênero.

Segundo Pedro Guasti, diretor geral da E-bit, empresa de pesquisa e marketing online, a importância dos buscadores cresceu de forma significativa nos últimos tempos e deve crescer ainda mais. Há dois anos, de acordo com a E-bit, apenas 6% dos internautas chegavam aos endereços virtuais por meio de sites de busca. Hoje, esse número quase dobrou para 11%  ‘Os buscadores servem como uma referência para os internautas’, diz Guasti.

NORMAS DO SISTEMA – A forma mais simples de aparecer com destaque nos sites de busca é por meio dos chamados links patrocinados. Além do link propriamente dito, você pode incluir uma breve descrição de seu negócio, que pode ser feita por seu próprio pessoal. Os preços dos links patrocinados variam de acordo com as palavras-chave de busca nas quais você deseja se destacar, como no caso do Yahoo!, ou conforme o número de acessos a sua página por meio do link patrocinado, como no caso do Google. Para emplacar um link patrocinado, basta entrar em contato com os buscadores. O caminho está indicado nas páginas iniciais de cada site de busca.

Outra forma de garantir a inclusão da sua página nas listas de resultados das buscas é se cadastrar nos sites que permitem que isso seja feito, como o Yahoo! e o Cadê?. O cadastramento não é gratuito, mas custa bem menos do que o link patrocinado – 99 reais por ano, tanto no Yahoo! quanto no Cadê?

No entanto, em outras ferramentas de busca, como o Google e o MSN, não existe a possibilidade de se cadastrar. O diretor de comércio eletrônico do Yahoo!, Guilherme Ribenboim, afirma que o cadastro, de qualquer forma, não garante um bom posicionamento de seu site nas listas, apenas a sua inclusão.

Os buscadores servem como referência para os internautas e podem facilitar a escolha de sua loja

Para o site da sua empresa aparecer no topo das listas de resultados nas palavras-chave de seu interesse, ou seja, nas listas de quem não paga para estar lá, é um pouco mais complicado. O que conta é a quantidade de visitas, a variedade de informações, links para sites relacionados, boa navegabilidade e condição técnica adequada, entre outros aspectos. É com base nisso que os robôs dos sites de busca, encarregados de ‘varrer’ a internet à procura de endereços relacionados às palavras-chave digitadas pelos usuários, realizam a indexação dos sites.

O consultor Thiago Richter Bacchin,  afirma que é preciso tomar cuidado ao utilizar linguagens como javascript e DHTML. ‘Elas podem prejudicar a leitura do código e a ligação entre as páginas do site’, diz ele.

Alguns códigos em javascript podem atrapalhar a completa indexação de seu site e impedir que os robôs ‘enxerguem’ todos os links internos. As páginas em javascript acabam excluídas em muitas listas de resultados de busca em inúmeras palavras-chave e ficam mal posicionadas em outras. Além disso, é necessário considerar, também, que todo o conteúdo restrito a visitantes cadastrados fica fora do ‘campo de visão’ das ferramentas de busca.

Segundo Marcos Moreira,  o Flash, um software que permite fazer sites com animações, é um grande inimigo de quem quer aparecer nos buscadores. O problema é que os robôs não conseguem ler o conteúdo que está dentro do Flash. A solução apontada por Moreira é fazer duas versões do site, uma em Flash e outra em HTML, a linguagem principal da internet.

Quem já investiu para otimizar os resultados obtidos nos sites de busca não se arrepende. O caso do Universia Brasil, um site que reúne informações sobre cursos e empregos no Brasil e em outros países, é um bom exemplo. Segundo Bernardo Collares, diretor de tecnologia da empresa, no começo de 2003, quando procurou uma empresa para fazer a otimização, o site tinha 350 páginas indexadas no Google. Hoje tem 50.000.

O valor do serviço cobrado pelas empresas de otimização varia muito. Em geral, quanto mais concorrida for a palavra-chave, mais caro sai, porque o trabalho de aperfeiçoamento do site é maior. Mas os resultados, aparentemente, mais do que compensam o investimento.

*Fonte: Boletin Pegn/maio05

3 Comments on “Como chamar a atenção na internet?”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *