Perguntas para uma boa idéia

Uma boa idéia na cabeça pode parecer o ideal para abrir um negócio, mas empresa que nascem da idéia e não da identificação de oportunidade são as que mais aumentam o grupo com alto índice de mortalidade. Mas qual a diferença entre identificar uma oportunidade e ter uma boa idéia?

Oportunidade de negócio é quando há uma clientela disposta a comprar o produto ou serviço de uma determinada empresa. Isso porque podemos, sem medo, resumir uma atividade empresarial em uma ação final de vender e lucrar. Desta forma, comprovada a possibilidade de vender serviços ou produtos e de lucrar,  está identificada a oportunidade de negócios.

Note bem, são duas variáveis: vender e lucrar. Não basta somente vender. O que realmente é determinante de uma boa oportunidade é a quantidade de lucro. Não serve qualquer lucro, mas sim o montante de lucro que compense toda a empreitada. Isto é, a atividade tem de ser lucrativa o suficiente para superar em ganhos o que poderia ser obtido em outros negócios e investimentos. Então preste atenção nos seguintes itens:

Para começar, você precisa confirmar a existência de interessados em comprar os serviços ou produtos que sua empresa vai oferecer.

O preço tem de compensar todos os seus custos e ainda dar lucro.

O lucro tem de ser suficiente para, ao final de um período, compensar o investimento e a empreitada.

O retorno e o lucro certo têm de ser duradouros.

Outro dado importante é o investimento de tempo e trabalho. O empreendedor tem de estar disposta a enfrentar e comandar o dia-a-dia da empresa, adaptar o estilo de vida (e o familiar também) às condições.

Simples? Nem tanto. É provável que em 2004 mais de 40mil empresas que foram abertas em 2003 já estejam fechadas. Fracassaram. A principal razão é a falta de planejamento inicial. Mais ou menos assim: tiveram a idéia e abriram o negócio. Não estudaram o volume de dinheiro que seria necessário para a abrir a empresa, chamado de investimento inicial. Nem quanto de recursos seria necessário pra movimentar o seu dia-a-dia, o tal capital de giro. Quais seriam os custos? Que preço deveria praticar? Qual o volume precisaria ser vendido? Quem é o cliente e onde está? Que lucro poderia ser obtido?

Pois é. Se você está com uma idéia na cabeça, cuidado. Antes de montar a empresa planeje os passos iniciais. Ou então responda a esta pergunta: aberta a empresa, o que você fará para que quem já compra no mercado o que sua empresa pretende vender, compre também de sua empresa?

Antonio Carlos de Matos

Consultor de empresas

Orientação empresarial

Fonte:Jornal de Negócios – Sebrae-SP Ano XIII nº 137 jan-fev 2005 pag.2

2 Comments on “Perguntas para uma boa idéia”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *